Flávio Citro - Direito Eletrônico

 
Empresa KEROCASA é acusada de não cumprir promessa de liberar empréstimo imobiliário em 90 dias

Raulino, Rose e Mariana garantem que foram vítimas de propaganda enganosa e boa-fé Raulino, Rose e Mariana garantem que foram vítimas de propaganda enganosa e boa-fé Foto: Divulgação

Ana Linhares
Tamanho do texto A A A

Uma entrada pequena e parcelas que cabem no bolso para realizar o projeto da casa própria em até 20 anos. E o melhor: com o valor total do imóvel liberado em até 90 dias. Essa é a proposta tentadora que a empresa Kerocasa divulga pelo rádio e por outdoors espalhados pelas cidade. Mas o que parecia um sonho se transformou em pesadelo para centenas de pessoas. Nos Juizados Especiais Cíveis são mais de cem processos, e na Vara Cível, mais de 50.

As reclamações são as mesmas. A promessa da entrega do valor para a compra do bem não acontece, e, quando os clientes vão reclamar, se surpreendem com a informação de que a liberação do dinheiro é por sorteio, do qual só começa a participar quem já pagou pelo menos de 10% a 19,9% do valor do imóvel. Os clientes contam, porém, que, antes de descobrirem a pegadinha, o discurso do vendedor é bem diferente.

Com os R$ 4 mil de herança deixados pelo pai, a operadora de marketing Mariana Reis deu uma entrada de R$ 2.500 e pagou sete parcelas de R$ 380. Agora, processa a empresa, com outros clientes lesados:

— Eles prometiam que, no mês seguinte, o dinheiro entraria na minha conta. Estava grávida, e garantiram que teria minha filha na casa própria. Quando li no contrato sobre as faixas e sorteios, a vendedora explicou que no meu caso que era imóvel usado, não se aplicava. Os sorteios eram apenas para as construções novas e feitas por eles e que podia assinar sem medo. Conclusão: tive minha filha, saí da cada da minha amiga e pago um aluguel de R$ 350. Fora o seguro fiança de R$ 800 que tive que desembolsar.

O casal Rose e Raulino Amit também está no grupo. Eles procuraram a empresa em setembro do ano passado, porque estavam com o casamento marcado.

— Eles oferecem a vantagem de uma entrada menor e de não ter intermediárias. Além disso, não consultam SPC, serasa, não precisa comprovar renda. Fomos atraídos por essas vantagens. Demos a entrada de R$ 2.128, sem assinar ou ler o contrato. Só fomos ler depois e quando vi as cláusulas do sorteio, a vendedora disse para não me preocupar porque estávamos dentro do proposto. Só depois descobrimos toda a verdade. Ainda pagamos mais duas prestações de R$ 328. Fomos vítimas da boa-fé — diz Rose.

O EXTRA esteve num posto de atendimento da Kerocasa, no Centro, e ouviu o mesmo discurso da vendedora. Para um imóvel avaliado em R$ 150 mil, no bairro de Madureira, bastava uma entrada de R$ 5.320 e mais R$ 820, pagos em prestações mensais durante 20 anos, já morando. Paga a entrada, o valor seria liberado para a compra do imóvel,entre 30 e 90 dias.

Le

17/06/11 10:00 Atualizado em 17/06/11

 

Suspeita de fraude na casa própria vai parar no MP

Em outdoor, a Kerocasa promete livrar clientes do aluguel Em outdoor, a Kerocasa promete livrar clientes do aluguel Foto: Arquivo

Ana Linhares
Tamanho do texto A A A

A juíza Daniela Reetz de Paiva, do 15 Juizado Especial Cível, em sentença favorável à uma vítima da cooperativa imobiliária Kerocasa, determinou que fosse expedido ofício ao Ministério Público (MP), com o objetivo de apurar possíveis fraudes na empresa.

“Oficie-se ao Ministério Público, com cópia do inteiro teor dos presentes autores, para apurar o que entender devido, diante dos indícios de irregularidade encontrados nesta audiência”, afirma um trecho do processo. A empresa é alvo de muitas queixas. No site Reclame Aqui, são mais de cem pessoas que afirmam terem sido enganadas no momento do fechamento do contrato.

Há casos de clientes que alegam ter recebido do vendedor a explicação de que bastava dar uma entrada e pagar pelo menos três prestações fixas, para o valor total do imóvel ser depositado na conta do cliente. Ou seja, funcionaria como um empréstimo em que o imóvel seria quitado com o proprietário e o comprador passaria a ter uma dívida com a cooperativa. Mas após os depósitos iniciais exigidos como garantia, o dinheiro não aparecia nas contas.

O motorista Denilson da Cruz, de 32 anos, conta que ficou sem as compras de Natal de 2010 para juntar o dinheiro para o contrato:

— Quando levamos o recibo de que o débito de R$ 2.128 tinha sido feito, a vendedora apresentou o contrato e disse que poderíamos assiná-lo. Assinamos o documento sem ler.

Procurada pelo EXTRA, a Kerocasa alegou, por meio de seu setor jurídico, que “além da redação clara e de fácil compreensão das cláusulas, o regimento interno da cooperativa está disponível no site da empresa”. A nota, na íntegra, está no site www.extraonline.com.br.

http://extra.globo.com/noticias/economia/suspeita-de-fraude-na-casa-propria-vai-parar-no-mp-2065002.html

Leia mais: http://extra.globo.com/noticias/economia/suspeita-de-fraude-na-casa-propria-vai-parar-no-mp-2065002.html#ixzz1vjKZ7Pt7

Nome pesquisado: KEROCASA

Total de processo(s) encontrado(s): 296

Período: 2000 a 2012

0045679-60.2010.8.19.0004
Réu: KEROCASA
Autor: FLAVIO DE OLIVEIRA NEVES
Fase: Arquivamento
 
0050709-76.2010.8.19.0004
Réu: KEROCASA
Autor: SONIA REGINA SIQUEIRA DA SILVA
Fase: Arquivamento
 
0229303-87.2011.8.19.0001
Réu: KEROCASA
Autor: EDNA DE OLIVEIRA SANTANA
Fase: Devolução de Carta Precatória
 
0286197-83.2011.8.19.0001
Autor: CLAUDIA ROSA DA SILVA
Réu: KEROCASA
Fase: Arquivamento
 
0455051-40.2011.8.19.0001
Réu: KEROCASA
Autor: SUELI MARIA GONCALVES
Fase: Conclusão ao Juiz
 
0996443-94.2011.8.19.0002
Réu: KEROCASA
Autor: SIMONE SILVA DA MATTA
Fase: Arquivamento
 
0039011-34.2011.8.19.0038
Autor: EDNA DE OLIVEIRA SANTANA
Réu: KEROCASA
Fase: Conclusão ao Juiz
 
0027320-92.2011.8.19.0209
Autor: ANA PAULA DA GLORIA RODRIGUES
Réu: KEROCASA
Fase: Conclusão ao Juiz 

Resultado da pesquisa

Nome pesquisado: homelar
Período: 2000 a 2012

Total de processo(s) encontrado(s): 54

As informações aqui contidas não produzem efeitos legais.
Somente a publicação no DJERJ oficializa despachos e decisões e estabelece prazos.
TJRJ – Juizados Especiais – 23/05/2012 17:59
Nome pesquisado: homelar
Período: 2000 a 2012

0016829-54.2010.8.19.0211
Autor: JONATAS BRASILIENSE DAMERI
Réu: HOMELAR
Fase: Digitação de Documentos
 
0026086-85.2006.8.19.0036 (2006.808.002436-4)
Réu: HOMELAR – REPRESENTACOES E CONSULTORIA LTDA. e outro(s)…
Autor: DANIELE DE OLIVEIRA PEQUENO
Fase: Arquivamento
 
0163128-82.2009.8.19.0001 (2009.001.163787-7)
Réu: HOMELAR CENTRO e outro(s)…
Autor: MARIA LUCILENE SILVA DOS SANTOS
Fase: Arquivamento
 
0419117-94.2006.8.19.0001 (2006.810.001492-9)
Réu: HOMELAR e outro(s)…
Autor: MARIA APARECIDA MOURA DE SOUZA DO ESPIRITO SANTO
Fase: Arquivamento
 
0356106-52.2010.8.19.0001
Réu: HOMELAR e outro(s)…
Autor: ROSAINE ALVES TORRES
Fase: Juntada
 
0001169-33.2012.8.19.0087
Autor: RONALDO DE SOUZA MOREIRA
Réu: HOMELAR IMOVEIS
Fase: Remessa
 
0140761-79.2011.8.19.0038
Autor: RITA DE CASSIA FARIAS
Réu: HOMELAR IMOVEIS CONSULTORIA IMOBILIARIA LTDA
Fase: Conclusão ao Juiz
 
0315103-83.2011.8.19.0001
Réu: HOMELAR IMOVEIS CONSULTORIA IMOBILIARIA LTDA – ME e outro(s)…
Autor: ANDERSON PEREIRA DA SILVA
Fase: Vista ao Advogado

Faça seu comentário.

Site publicado em 04/05/2009
www.flaviocitro.com.br - siteflaviocitro.com.br